Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O impacto da era digital no sector da contabilidade.

DIGITAL MOLDA FUTURO DOS CONTABILISTAS Em resposta ao desafio da digitalização,que marca a atualidade e é transversal a todas as atividades, a contabilidade reforça o seu papel no aconselhamento e gestão do desenvolvimento dos negócios daqueles que, mais do que clientes, são parceiros.

Rui Almeida, CEO da Moneris no Jornal Económico sobre o impacto da era digital no sector da contabilidade e fiscalidade. Em resposta ao desafio da digitalização,que marca a atualidade e é transversal a todas as atividades, a contabilidade reforça o seu papel no aconselhamento e gestão do desenvolvimento dos negócios daqueles que, mais do que clientes, são parceiros.

1. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CONDICIONANTES AO DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE?
A procura pelo talento é seguramente um dos desafios mais exigentes com que as empresas de contabilidade e consultoria se deparam.

A escassez de RH com o perfil de competências necessárias e desejadas para os novos paradigmas de mercado é um problema que coloca constrangimentos reais ao desenvolvimento da atividade.

Temos de olhar para a componente dos RH como algo fundamental e decisivo para a sustentabilidade e prosperidade das empresas.

Devemos olhar para novas funções, identificar perfis de competência técnica e comportamental, e conseguir atraí-los, desenvolvendo estratégias de retenção e valorização.

O custo de não ter as pessoas certas é, indiscutivelmente, um custo que as empresas de contabilidade não podem suportar.

2 COMO CONSIDERA QUE A TECNOLOGIA VAI IMPACTAR A ATIVIDADE?
O setor da contabilidade enfrentará mudanças significativas nas próximas décadas, sendo que as sociedades de contabilidade e os seus profissionais devem responder afirmativamente ao desafio agora imposto.

A rápida evolução na era digital, tornarão grande parte do trabalho que hoje o contabilista faz dispensável. Seremos então todos nós, contabilistas, substituídos por robots?

Não, temos pela frente o desafio de recentrar a nossa atuação naquilo em que, verdadeiramente, podemos acrescentar valor, que passa pela análise e aconselhamento.

3 QUE PERSPETIVAS TEM PARA 2019?
No que diz respeito à Moneris temos perspetivas muito positivas.

Nos últimos anos, temos centrado o nosso crescimento na vertente orgânica, amplificando e desenvolvendo serviços e soluções que hoje posicionam o grupo como uma empresa de contabilidade e consultoria de largo espectro.

Para 2019, antecipamos continuar a crescer na quantidade e qualidade de clientes que servimos, transformando a experiência de cada um numa parceria que traga valor adicional nas vertentes tradicionais contabilística e fiscal.

Descarregue o artigo aqui

Jornal Económico 19_10_2018

Scroll to Top