Análise Hoteleira - Anuário 2016

2017-05-12


O ano de 2016 foi marcado por uma conjuntura internacional incerta e instável, a nível político, económico e social.

No entanto, Portugal manteve-se seguro a nível social e estável politicamente, com bom entendimento entre o governo e a presidência da república na concertação das políticas e na estratégia de crescimento. Esta estabilidade social, em oposição ao que se vive nos restantes países concorrentes, possibilitou o aumento da procura e, consequentemente, a melhoria dos restantes indicadores.

Por outro lado, a fraca solidez e a falta de confiança no sistema financeiro, juntamente com as taxas de juro baixas, levaram as empresas e particulares a investirem em imobiliário com fins turísticos. Nasceram mais de 40 empreendimentos turísticos, na sua maioria de 4 e 5 estrelas, e legalizaram-se um elevado número de habitações sob o regime de alojamento local.

Portugal é um destino de referência internacional, considerado em 2016 o 15º destino mais competitivo do mundo. Portugal foi o País mais premiado nos World Travel Awards, tendo ganho 24 óscares de Turismo nas categorias europeias de Turismo; o Turismo de Portugal foi eleito, pelo terceiro ano consecutivo, como melhor organismo oficial de turismo europeu (Europe’s Leading Tourist Board); o Algarve foi eleito o melhor destino europeu de praia; a Madeira foi considerada a melhor ilha; Lisboa o melhor destino de cruzeiros e com o melhor porto; e a TAP foi distinguida como a melhor companhia aérea a voar para África e para a América do Sul. Portugal foi também distinguido pela revista americana “Travel+Leisure” e venceu, pelo 3º ano consecutivo, o prémio de melhor destino de golfe do Mundo.

As receitas da actividade turística atingiram os 12,68 mil milhões de euros e refletem um aumento de 10,7% face ao ano anterior, ou seja, mais 1,23 mil milhões de euros, o que traduz o maior crescimento absoluto dos últimos dez anos. O saldo da balança turística cresceu 12,7%, fixou-se nos 8,83 mil milhões de euros. Os meses com maior crescimento foram Outubro (10,3%), Novembro (10,8%) e Dezembro (10,7%).

No relatório anual da atividade turística em Portugal, desenvolvido pelo Centro de Competências do Turismo do grupo Moneris, terá uma visão abrangente e particular do setor que mais cresceu em 2016 em Portugal.

Com um modelo de apoio à gestão específico para este setor, que serve de suporte a gestores e agentes do mercado, o nosso Centro de Competências do Turismo disponibiliza as soluções integradas e especializadas que maximizam o desempenho e acompanham o crescimento e especialização do setor.


Análise Hoteleira - Anuário 2016