Grupos económicos - Obrigatoriedade de elaborar demonstrações financeiras consolidadas

2017-03-08


O Decreto-Lei n.º 98/2015, de 2 de junho, com entrada em vigor a partir de 1 de janeiro de 2016, transpôs para a ordem jurídica interna a Diretiva n.º 2013/34/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 26 de junho de 2013, denominada por “Nova Diretiva da Contabilidade”, relativa às demonstrações financeiras anuais, às demonstrações financeiras consolidadas e aos relatórios conexos de certas formas de empresas, que altera a Diretiva n.º 2006/43/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, e revoga as Diretivas n.ºs 78/660/CEE e 83/349/CEE do Conselho.

Entre as várias alterações introduzidas pela citada Diretiva, destaca-se as situações em que qualquerempresa-mãe sujeita ao direito nacional é obrigada a elaborar demonstrações financeiras consolidadas do grupo constituído por ela própria e por todas as subsidiárias, independentemente do local onde esteja situada a sede estatutária destas, exceto se beneficiar da dispensa por se tratar de um pequeno grupo.

 

Leia o artigo completo no link abaixo.


Grupos económicos - Obrigatoriedade de elaborar demonstrações financeiras consolidadas