Normalização Contabilística para Microentidades


O Sistema de Normalização Contabilística (SNC) entrou em vigor no dia 1 de janeiro de 2010, aplicando-se à generalidade das empresas portuguesas. O novo normativo contabilístico, baseado nas normas internacionais de contabilidade do IASB, começou por diferenciar as pequenas entidades (PE) das demais entidades sujeitas à aplicação integral das normas contabilísticas e de relato financeiro (NCRF), permitindo-lhes a opção pela norma contabilística de relato financeiro para pequenas entidades (NCRF-PE).

Neste livro são analisados os diversos diplomas legais relacionados com o novo regime de normalização contabilística para microentidades (NCM), com recurso a esquemas e ilustrações que facilitam o seu enquadramento. Para além disso, através da apresentação de casos práticos inspirados na realidade contabilística destas empresas, proporciona-se ao leitor as orientações relevantes para implementar o novo modelo contabilístico, evidenciando, sempre que necessário, as diferenças em relação ao regime das pequenas entidades.

Este manual fornece uma análise acessível, constituindo, essencialmente, um guia prático para os profissionais da contabilidade, e permitindo, simultaneamente, a docentes e estudantes uma melhor compreensão destas matérias. Esta obra contém:

  • Regime da normalização contabilística para microentidades (NCM)
  • Procedimentos contabilísticos aplicáveis já ao exercício de 2010
  • Modelos de demonstrações financeiras simplificados com aplicação prática
  • Novo código de contas para microentidades
  • Norma contabilística para microentidades (NC-ME)
  • Comparação da NC-ME com a NCRF-PE
  • 50 Casos práticos resolvidos com ilustrações de microentidades
  • Enquadramento fiscal das microentidades

Data de edição: novembro 2011

Consultar o digest: normalização_contabilistica_microentidades

 

Autores: João Gomes and Jorge Pires, Business Unit Managing Partners Moneris

Sobre os autores:

A grande experiência e conhecimento dos autores na área Contabilística permite-lhes apresentar e discutir a aplicabilidade das NCFR, com o recurso a esquemas e ilustrações para facilitar a sua compreensão.

João Manuel Lopes Gomes, licenciado em Gestão de Empresas pelo ISLA – Instituto Superior de Línguas e Administração, mestrando em Gestão com especialização em Finanças pela Universidade de Évora. Especialização em Fiscalidade pela Faculdade de Ciências Económicas Empresariais da Universidade Católica Portuguesa.

Jorge Manuel Rodrigues Pires, licenciado em Informática de Gestão e em Gestão de Empresas pelo ISLA – Instituto Superior de Línguas e Administração, mestre em Gestão com especialização em Finanças pela Universidade de Évora. Membro Estagiário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas.

Ambos os autores são Técnicos Oficiais de Contas e quadros superiores da Moneris, onde exercem funções desde 1987, fazendo parte dos seus Comités Técnicos Contabilístico e Fiscal.

São ainda formadores em matérias relacionadas com as IAS/IFRS e NCRF.